Marketing Digital na Farmácia

O presente e o futuro do universo farmacêutico, tal como muitos sectores de actividade, não pode passar ao lado da economia digital e dos seus novos recursos. O ambiente de farmácia precisa de ferramentas de comunicação digital adaptadas aos seus planos estratégicos, tanto de produtos, serviços, como da empresa. Este direcionamento é hoje de vital importância, como o é manter a porta aberta da farmácia no horário habitual. A janela digital e a consistência e confiança que nela se injecta é o que traz e mantém muitos dos clientes do presente e, com o aumento da interação e das compras online, seguramente os do futuro.

É essencial integrar planos de marketing digital, com uma estratégia clara associada que potencie a relação com universo online/mobile, e saber medi-la e dar-lhe sequência. É necessário explorar as novas formas de consumo via online, construir identidades visuais de marcas, aprender a elaborar estratégias de comunicação nas redes sociais, aprender a gerir o marketing móvel e aplicações adaptadas ao sector, otimizar a gestão de relação com clientes, fazedores de opinião e profissionais de saúde em ambiente digital ou conhecer a importância dos motores/mecanismos de busca na web e do marketing de conteúdos.

Para melhor concretizar a importância de todas estas questões, vejamos resultados de estudos com números com significado e exemplos:

  • 67% das pessoas têm mobile;
  • 6h31 – tempo médio diário na internet em qualquer dispositivo;
  • 6.600.000 – pessoas no Facebook em Portugal;
  • 1.100.000 – pessoas no Facebook em Portugal interessadas em conteúdos sobre farmácias;
  • 340.000 – pessoas no Facebook em Portugal interessadas em conteúdos sobre farmácia, cosmética e cuidados pessoais.

O que é preciso ter para começar?

  1. Um website próprio para a sua farmácia, com um domínio próprio;
  2. Redes Sociais (ao criar um perfil de Facebook, crie uma página de empresa e não um perfil privado);
  3. SEO (Otimização de Motores de Pesquisa);
  4. Publicidade.

Como iniciar a estratégia?

  1. Definir objetivos;
  2. Escolher canais para comunicar (convém estar em mais que uma rede social, mas não precisa de estar em todas);
  3. Analisar a concorrência, ver o que estão a fazer nas redes sociais, como estão a comunicar, etc.;
  4. Definir plano de comunicação.

Quais os cuidados a ter na comunicação nas redes sociais?

  • Comunicar nas duas ou três plataformas mais relevantes para o seu negócio;
  • Ter uma estratégia de comunicação;
  • Definir o tom de comunicação (formal; informal; mais dirigido à linguagem de determinada faixa etária, etc.);
  • Ser (muito) consistente na cadência das publicações (se falhar, os seguidores facilmente deixam de o acompanhar);
  • Publicar conteúdos relevantes para o seu público-alvo. Não se foque apenas na venda direta; partilhe também conteúdo informativo e valioso, como dicas de prevenção de doenças e demais aflições, por exemplo, investindo desta forma no marketing de conteúdos.

Que ferramentas deve usar para criar uma presença para o seu negócio online?

  • Para construir websites

Para construir o seu próprio site, funcional e fácil de usar, poderá, de forma simples e com um design apelativo, recorrer a plataformas como o Wix ou o Squarespace.

  • Gerir redes sociais

Para o ajudar a gerir as suas redes sociais e permitir que agende publicações (algo que lhe vai ser muito útil em termos de organização e gestão do tempo) opte por ferramentas como o Buffer ou o Hootsuit, de utilização gratuita até um certo número de redes sociais.

  • Para design e imagens criativas

Se não tem conhecimentos de design para criar imagens apelativas para as redes sociais do seu negócio, pode contar com o Canva, uma plataforma muito completa e repleta de modelos, que poderá utilizar ao seu gosto para dar asas à sua criatividade, respeitando – claro – a consistência visual da sua marca/negócio.

  • Melhorar o SEO

SEO é a sigla de Search Engine Optimization, ou seja, de otimização de motores de pesquisa. É o que garante que o seu conteúdo é encontrado no Google e outros motores de pesquisa sempre que alguém procura por algo que oferece no seu website. Existem várias formas de aumentar as hipóteses de atrair tráfego orgânico através do SEO, mas uma das mais eficazes é a aposta numa estratégia de conteúdos.

Também neste campo podemos recorrer a ajudas de aplicações e ferramentas para nos facilitarem a tarefa. O Google Trends, por exemplo, é muito interessante, pois permite pesquisar por palavra-chave e ver o interesse na mesma ao longo do tempo, comparar termos de pesquisa e, ainda, ver em que zonas do país se pesquisa mais por algum termo específico. Isto pode vir a ser especialmente útil para segmentar a sua publicidade online.

Ferramentas para planear e escolher as palavras-chave relevantes para o seu negócio:

  1. Moz Keyword Explorer – uma ferramenta para descobrir as melhores palavras-chave;
  2. Nibbler – teste qualquer website;
  3. Buzzsumo – analise que conteúdo apresenta melhor desempenho para qualquer tópico ou concorrente;
  4. Ubersuggest – sugestões de palavras-chave para ser mais facilmente encontrado no Google.

Hoje em dia, o Google é extremamente “inteligente” e intuitivo e fornece de imediato os dados base de um determinado local, nomeadamente o horário de funcionamento dos estabelecimentos comerciais, bem como a sua localização e direções. O Google reúne estas informações por si, mas é sempre melhor ser a própria empresa ou negócio a fornecer estes dados, de forma a que estejam sempre corretos. É sempre melhor controlar toda a informação que aparece sobre o seu negócio na internet.

Para esse efeito existe o Google My Business, onde pode criar o perfil gratuito da sua empresa no Google e, assim, atrair mais clientes.

Como enviar as suas newsletters de forma profissional?

Ter uma lista de endereços de e-mail com contactos de clientes é das coisas mais preciosas que pode ter. Para a alimentar, deverá considerar o envio de uma newsletter mensal, e para o ajudar nessa tarefa, com propostas apelativas e de fácil leitura, existem várias plataformas gratuitas (pelo menos, até um número máximo de contactos), tais como o MailChimp, e-Goi e o Mad Mimi.

Se quer saber mais sobre este tipo de gestão e comunicação digital ou se sente que ainda não investiu o suficiente nestas matérias, o HÁ + VIDA disponibiliza-lhe gratuitamente um ebook, escrito por especialistas, sobre a A Importância do Marketing Digital nas Farmácias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Panel Heading

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui.