Dia Mundial da Água

dia mundial da água

Beba água, pela sua saúde

 

O Dia Mundial da Água é celebrado, anualmente, no dia 22 de março, depois de a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) ter aprovado a data, por resolução, em 1993.

A esse propósito lembramos hoje a importância da água na manutenção da saúde humana e ambiental e no modo como devemos pensar neste bem essencial à vida.

Sem água não há vida e só por si essa uma ideia chave para pensarmos a sua importância.

 

A saúde humana e a água

A água cobre mais de 70 % da superfície da Terra. Foi na água que a vida começou no planeta, não sendo de estranhar que todos os organismos vivos necessitem de água. A água é uma necessidade vital, constitui um habitat natural, é um recurso local e global, um corredor de transporte e um regulador do clima.

À nascença, o corpo humano é constituído por 75% de água, percentagem que vai diminuindo à medida que a idade avança, fixando-se sensivelmente nos 60% em adultos. É um bem essencial ao funcionamento do organismo, que se perde pela respiração, transpiração, urina e fezes e por isso necessita de ser reposta através do seu consumo.

O seu consumo diário é essencial ao bom desempenho nas atividades quotidianas. Além de ser um nutriente, a água é um alimento que ganhou uma posição privilegiada no centro da Roda dos Alimentos, notando-se o destaque que deve ter ao longo do dia alimentar, e no contexto de uma alimentação saudável e equilibrada.

Apesar de haver alguns valores de referência sobre a quantidade de água a ingerir por pessoas saudáveis, as necessidades de ingestão hídrica podem variar e depender de diversos fatores como situação de doença, atividade física, clima, entre outros.

Quando consumida nas quantidades recomendadas, a água contribui para:

  • Regulação da temperatura
  • Regulação do trânsito intestinal, prevenindo a obstipação
  • Menor esforço renal
  • Menor esforço cardíaco
  • Eliminação de resíduos desnecessários ao organismo, através da urina
  • Prevenção de infeções urinárias
  • Aumento do desempenho físico e cognitivo
  • Preservação da elasticidade da pele

 

Quantidade de água recomendada

Atualmente, a recomendação para o consumo diário de água adequado em adultos é de:

  • 2,7 litros por dia para mulheres;
  • 3,7 litros por dia para homens.

Em determinadas idades, condições de saúde, condições ambientais e atividades, este consumo pode ser superior.

Estes valores consideram toda a água contida nas bebidas e alimentos consumidos num dia. Para apoiar a ingestão de água, de forma saudável, devemos eleger sopas, chás ou infusões sem adição de açúcar, sumos sem açúcar ou frutas, por exemplo, ao invés de bebidas açucaradas, que podem provocar sede, e não contribuem para uma vida saudável .

Para verificar, de forma simples, se bebe a quantidade de água suficiente:

  • Raramente tem sede;
  • A sua urina praticamente não tem cor ou esta é amarela clara.

Sinais de desidratação

O consumo insuficiente de água pode provocar desidratação e esta pode estar associada a sinais e sintomas como:

  • Aumento da sensação de sede;
  • Urina com cor escura ou com cheiro intenso;
  • Diminuição do número de vezes que se urina;
  • Cansaço;
  • Tonturas;
  • Confusão;
  • Sensação de boca, lábios ou olhos secos.

 

As necessidades de ingestão de água devem ser adaptadas a cada pessoa e a cada situação clínica, e pode ser necessário apoio médico ou de nutricionista para as definir. Doenças como insuficiência cardíaca e alguns tipos de insuficiência renal ou hepática podem prejudicar a excreção de água e até mesmo exigir que se limite a sua ingestão. Aqui a água poderá estar contraindicada de forma a não sobrecarregar o coração, que bombeia o sangue, e o rim, que filtra o sangue.

São diversos os fatores que influenciam as necessidades hídricas diárias, nomeadamente a idade, a gravidez e lactação, a atividade física, o tipo de alimentação, o clima e as perdas aumentadas que podem ocorrer derivadas de vómitos, náuseas, entre outros.

No entanto, também perdemos líquidos através da urina, fezes, transpiração e respiração e quando estas perdas excedem a ingestão, pode ocorrer desidratação celular.

A sensação de sede é a forma de o organismo nos manifestar a sua necessidade de água. Muitas vezes não lhe damos atenção e, ao longo da vida, vamo-la perdendo, pelo que é fundamental criar o hábito de beber água ao longo do dia, mesmo quando não se tem a sensação de sede.

O ambiente, a escassez de água e a alteração climática

A água é uma defesa contra problemas de saúde e uma resposta aos desafios da mudança climática.

Em todo o mundo, 2,2 bilhões de pessoas não têm acesso à distribuição de água. Em 2050, a ONU estima que serão 5,7 bilhões a viver em áreas com escassez de água pelo menos um mês por ano.

O mundo ainda não encontrou a forma de garantir acesso à água e saneamento para todos até 2030, conforme a Agenda de Desenvolvimento Sustentável.

Hoje, a água está sob extrema ameaça devido ao crescimento populacional, as crescentes exigências da agricultura e da indústria, e o agravamento dos impactos das mudanças climáticas.

Globalmente, são mais de 3 biliões de pessoas em risco de doenças porque não existem informações sobre a qualidade da água dos seus rios, lagos e lençóis freáticos.

Outra grande questão é que um quinto das bacias hidrográficas do mundo passa por flutuações dramáticas na disponibilidade de água.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, tem sublinhado nas últimas celebrações do Dia da Água, a necessidade de «aumentar urgentemente os investimentos em bacias hidrográficas e as infraestruturas de água saudável, e melhorar drasticamente a eficiência do uso da água. Devemos antecipar os riscos climáticos a todos os níveis de gestão da água, para podermos responder adequadamente. É necessário redobrar esforços para fortalecer a resiliência e a adaptação das pessoas afetadas pelas perturbações climáticas. Acima de tudo, precisamos de aproveitar o tempo para controlar a curva de emissões de carbono e criar uma base segura para a sustentabilidade da água».

Panel Heading

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui.