Empédocles e a Teoria dos Quatro Elementos

Empódocles

Empédocles e a Teoria dos Quatro Elementos

A prática da farmácia tem uma longa e interessante história. Pode ser rastreada até às civilizações antigas, onde as pessoas utilizavam materiais naturais e plantas para tratar várias doenças.

Na antiga Mesopotâmia, por exemplo, eram utilizados ervas e minerais para tratar uma variedade de condições. No antigo Egito, os farmacêuticos eram conhecidos como “per-nu”, e utilizavam substâncias naturais, tais como mel e ópio, para tratar a dor e outras condições.

Por outro lado, Empédocles de Agrigento (490-435 a.C.) procurou explicar a variedade e a mudança dos fenómenos propondo um princípio único e eterno.

Empédocles

Empédocles era um filósofo e cientista, nascido na cidade de Akragas, localizada na ilha da Sicília. É conhecido pelas suas contribuições no campo da filosofia e da ciência, assim como pelo seu trabalho sobre os elementos e o conceito de mudança. Para além das suas contribuições para a filosofia e ciência, Empédocles era também médico e é reconhecido por ter feito contribuições significativas no campo da medicina.

A teoria mais conhecida de Empédocles (483-430 a.C.) é a teoria dos quatro elementos básicos da natureza:

  • Água
  • Ar
  • Fogo
  • Terra

Esta teoria orientou o pensamento científico até o século XVIII. Para Empédocles, todos os seres dependiam da articulação e equilíbrio entre estes elementos, sendo influentes no equilíbrio da energia orgânica. Isto podia originar: doença (desequilíbrio) ou saúde (equilíbrio).

Para Empédocles essas raízes são divinas e existem causas que levam à sua união e separação – o “amor” e o “ódio” –, que, tal como os elementos básicos, são eternos.  Quando o primeiro predomina, as raízes permanecem unidas, mas, quando predomina o ódio, separam-se. Quando há equilíbrio, nasce o cosmo.

Esta foi a teoria que deu suporte teórico para a doutrina dos humores, desenvolvida por Hipócrates (460-377 a.C.) e continuada pelas ideias médicas de Galeno (130-200 d.C.[1]).

 

[1] PITA, J.R. História da farmácia. 2 ed. Coimbra: Minerva, 2000.

Panel Heading

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui.